A tecnologia da Microsoft, que os pesquisadores estão chamando de drawing bot, consegue gerar imagens a partir de descrições de texto, das mais simples às mais elaboradas.

Tudo começou com os pesquisadores iniciando o projeto com um bot que podia gerar imagens a partir de um texto. Eles, então, começaram a criar a partir de perguntas feitas por humanos, como identificar uma localização e um objeto em foco. O Microsoft drawing bot junta duas inteligências artificiais, o processamento de linguagem e a visão computacional.

A tecnologia é tão avançada que está sendo considerada uma inteligência artificial, pois apesar de criar ilustrações a partir de descrição de texto, o bot precisa “imaginar” aquilo que não foi explicado. Ou seja, se a descrição pede para criar um pássaro pequeno e amarelo, o programa imagina o resto – circunferência do bico, cor dos olhos e os demais detalhes. Ele faz isso baseado em ilustrações anteriores, fotos que o programa “já viu” e outros meios.

Você pode ler mais sobre essa maravilha bem AQUI.

Por aqui estamos nos perguntando o que, a princípio, isso pode agregar ou atrapalhar para o cotidiano (inclusive para designers). Seria uma ferramenta maravilhosa para iniciar um projeto criando referências, ilustrando ideias para, a partir delas, prosseguir com o projeto. Mas também tem sempre aquele medo de que uma ferramenta dessas possa vim tentar substituir o trabalho de um artista.

E vocês, o que acham do drawing bot? Conta para nós!