Antes de começar, vou deixar avisado que eu nunca joguei nenhum jogo da franquia (mas a Thalita jogou e foi revisora/consultora deste post, chorou  muito porque levou spoiler na cara). Por tanto,  isso pode ter influenciado essa crítica. Mas se tratando de alguém que já tinha visto o filme de 2001 e viu novamente antes de ver, digo que fiquei bem confusa e, digamos, meio bolada. Risos.

>>> SPOILER ALERT <<<<

Spoiler Alert.

O filme mostra uma Lara Croft bem diferente da durona e torneada Lara da Angelina Jolie. Isso está já na primeira cena do filme, ela já tomando umas porradas, e, por mais que seja um treinamento, não era nada que eu esperava da personagem. Um outro ponto do filme que me incomodou é o fato de ela ser pobre. Sim, a herdeira dos Crofts não paga a academia e trabalha de entregadora para um restaurante indiano. Por dentro eu só ficava “hm” e por fora também. E como se não bastasse ser uma pobre coitada por escolha própria, ela ainda gosta de ser a rebelde que participa de corridas ilegais pela cidade para descolar uma grana, *insira risos debochados aqui*.

O diretor de Lara já tem uma vasta experiência com filmes carregados de ação e suspense, e isso se manteve em Lara Croft com suas cenas sempre cheias de ação, mesmo quando não é tão necessária assim. As cenas de ação, num certo ponto, se tornam repetitivas e podemos dizer até apelativas para manter a atenção do espectador num filme mediano e sem muitos plots. Por ser o início da história eu esperava algo mais linear, o que não aconteceu também e que talvez seja um problema de filmes com base em video games. E por falar em videogame, o filme foi bem fiel ao jogo, mas talvez a atuação da Alicia não tenha ajudado essa fidelidade ser maior.

No fim, o filme se aproxima dos videogames, mas ainda assim não atende todos os requisitos esperados. A constante apelação por atenção, as explosões desnecessárias forçam a sua atenção para um filme mediano sem muitas surpresas e com cortes bruscos entre as situações. A atuação da Alicia deixa um pouco a desejar no quesito “apropriação do personagem” como muitos esperavam, mas você vê uma sombra da Lara no último minuto do filme. Em questão de efeitos eles são muito bons, prendem sua atenção, mas mais uma vez poderiam ter sido usados de uma forma melhor e fazer valer mais a pena o Imax.

Aproveitando o gancho, saiu o trailer do novo jogo da nossa querida Lara, Shadow of Tomb Raider e a Thalita já ta gritando aqui querendo jogar. E depois que ver o filme conta pra gente, se você já jogou todos os jogos da nova franquia, o que achou dessa adaptação?!

Tomb Raider a Origem estreia hoje nos cinemas.